Deixa eu te ensinar o que sei

Daí você me olha com o rímel borrado, dizendo não querer mais, que tudo está diferente e que está perdida, precisando de um tempo pra se encontrar. Olha garota, francamente, se alguém devia estar confuso aqui, esse alguém sou eu. Primeiro você diz todas aquelas coisas que você sabia me fariam bem ouvir. Agora vem com esse papinho manjado? Ainda bem que usei “garota” ao invés de “mulher”.

Chega de críticas, talvez você não mereça, mas deixe-me tentar te ajudar. Não tenho muita experiência nesses trabalhos como conselheiro, sempre fui um traste ajudando meus amigos em suas decisões amorosas. Vai ser bem mais difícil agora que eu estou envolvido, mas acho que vale a pena tentar, é o mínimo.

Se você não tivesse pedido esse tempo hoje, acho que não demoraria muito até que eu criasse coragem pra pedir primeiro. Algumas coisas em você tem me causado um certo incômodo, por mais que eu estivesse relativamente satisfeito com nós dois. Você me passa a sensação de estar presa a algumas coisas do passado, estou certo? Olha, eu peço desculpas em nome de todos os homens por aquele outro ter sido tão ruim pra você, definitivamente tu não é o tipo de pessoa que merece sofrer por amor, aliás, ninguém merece. Só que olha, a população mundial não tem de pagar pelos erros que cometeram com você, não deixe suas frustrações do passado lhe privarem de tentar ser feliz agora e de ter um futuro melhor.  Talvez seja difícil, mas você é a única pessoa no mundo que pode tomar essa decisão, cabe a você e somente a você fazer algo a respeito. Eu e o resto do mundo apenas podemos assistir, e os mais atrevidos, tentar lhe ajudar.

Hoje eu falo naturalmente porque já dei muita cabeçada no passado, sofri bastante, não pense que é privilégio seu. Todos sentimos de vez em quando, uns com mais frequência é verdade, mas dói pra todos, essa dor é bem democrática.

Desculpa se falei alguma bobagem, ou algo que você não estava pronta pra ouvir. Só achei que alguém precisava fazer você enxergar a verdade, e no momento me achei a pessoa mais capacitada para essa árdua missão, ainda que tenha minhas limitações com conselhos. Espero que você fique bem, de verdade.

Vá garota, se ainda pensa que precisa de um tempo pra se achar, vá. Leve consigo essas palavras que lhe dei de presente e os momentos que vivemos, pense se baseando neles e talvez o caminho seja mais curto. Mas volte, ficarei feliz em saber que fui útil pra você, que marquei sua vida e não servi apenas pra tirar sua carência que ficava maior nos fins de tarde. Deixa que eu arrumo um outro fim pros planos que fiz pra nós, talvez eu os jogue fora, talvez os guarde para quando você voltar, ou talvez eu os apresente para outra, torcendo pra que ela já tenha se encontrado e goste dos meus planos.

Uma última coisa: a chuva cai com frequência, às vezes decidimos tomar um banho nela, sem muitas pretensões, e em algumas raras vezes, damos a sorte – ou o azar – de pegar um resfriado. Não acontece diferente com o amor.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s